10 de janeiro de 2019

A política do enfeite para este inverno

A melhor iniciativa do reinado de Diogo Mateus em época de Natal é a colocação das fogueiras no Cardal. São um ponto de encontro para os mais velhos e para os mais novos, tornam-se uma fonte de calor par lá da chama. 
Este ano a época natalícia foi quase tropical, com dias em que a temperatura bateu nos 20 graus. Quer isso dizer que não faziam grande falta, as fogueiras, pelo menos durante o dia.
Acontece que, mal encerram as festividades, o clima mudou. É Janeiro e está um frio de rachar, como diz a canção. Mas as fogueiras apagaram-se mal o dia de Reis se finou, justamente no momento em que eram precisas. 
A política do enfeite é isto: fazer por fazer, cumprir calendário. Os velhos procuram agora um lugar ao sol, no Cardal que enchem. Outros passeiam-se o dia todo no Pombus, para se manterem quentes. Do lado de lá, no Convento, o calor dos gabinetes não deixa perceber a vida cá fora. Foi ali que se falou em calor humano?

Sem comentários:

Publicar um comentário

O comentário que vai submeter será moderado (rejeitado ou aceite na integra), tão breve quanto possível, por um dos administradores.
Se o comentário não abordar a temática do post ou o fizer de forma injuriosa ou difamatória não será publicado. Neste caso, aconselhamo-lo a corrigir o conteúdo ou a linguagem.
Bons comentários.