5 de agosto de 2015

E falam em transparência…


2 comentários:

  1. O que surpreende e espanta é o silêncio de ninguém nada dizer, ou então já nem é para surpreender assim tanto, é que nesta questão fulcral quanto à transparência da actuação Municipal, efectivamente, e já passados 3 dias após a publicação, constata-se que ainda não existem quaisquer comentários ao "post" do Adelino Malho, quer sejam de membros que integram o partido no poder municipal, ou sequer dos membros que integram os partidos da oposição, quer por parte dos respectivos militantes, já para não falar da sociedade civil. Quiçá e porventura poderá ser por causa da malta não se assustar do susto e já não pelo justo, ao que servirá apenas o regresso do medo de outros tempos, o qual parece querer a toda a força voltar a imperar. Pois é amplamente sabido que a bem da transparência administrativa a publicitação atempada de tais actas do executivo, assumem uma importância elevada, até para o incentivo da própria participação do eleitorado na discussão da causa pública, a sindicalização atempada da actuação do executivo (seja ele qual for), e que depois de nada servirão o propósito anunciado em outros expedientes esses sim já amplamente publicitados. Quanto a esta matéria parece-me que já houve em tempos uma maior eficiência na disponibilização de tais actas, e que nada justificará os presentes atrasos. Bem haja.

    ResponderEliminar

O comentário que vai submeter será moderado (rejeitado ou aceite na integra), tão breve quanto possível, por um dos administradores.
Se o comentário não abordar a temática do post ou o fizer de forma injuriosa ou difamatória não será publicado. Neste caso, aconselhamo-lo a corrigir o conteúdo ou a linguagem.
Bons comentários.