3 de julho de 2018

Acabou o estado de graça para o ministro Jota

O último processo autárquico partiu o PSD local; que a vitória - esmagadora - atenuou. Dividiu também a JSD; só que, ali, a vitória não atenuou a divisão, acentuou-a.
O Farpas não gosta de se meter nas intrigas da rapaziada; por isso, engavetou as múltiplas informações que nos sopraram sobre os desmandos do ministro Jota – porque considera que a rapaziada merece atenuantes e oportunidades para brilhar. Mas, quando a coisa toma proporções tal, que o presidente recebe uma deixa para censurar publicamente o ministro Jota; a coisa tomou, com certeza, proporções inquietantes – para o ministro Jota.

1 comentário:

  1. Pedro Brilhante, pelo que se vê e ouve, está muito mais preocupado e com mais motivação a gerir os destinos da JSD distrital do que com o seu lugar de Vereação. Ele é um rapaz inteligente e viu o que aconteceu ao Renato. Estará certamente a apostar no seu lugar de DEPUTADO em lugar elegível como representante da JSD Distrital, tanto é que a Margarida já trepou para outro patamar, ou seja o patamar Nacional. Estes Jovens estão mais interessados com o seu trajecto politico pessoal do que com o Concelho. Na minha humilde opinião: - Pedro Pimpão sairá dos lugares elegíveis para deputado para assim preparar a sucessão de Diogo Mateus na C.M.P.
    - Pedro Brilhante irá na lista para a AR
    - Diogo Mateus fará o ultimo mandato em Pombal e depois vai tentar um lugar numa CCR ou mesmo em Lisboa. O maior problema dele é que ainda não será desta que o PSD será Governo e o seu ambicionado lugar de Secretário de Estado fica em "aguas-de-bacalhau".

    ResponderEliminar

O comentário que vai submeter será moderado (rejeitado ou aceite na integra), tão breve quanto possível, por um dos administradores.
Se o comentário não abordar a temática do post ou o fizer de forma injuriosa ou difamatória não será publicado. Neste caso, aconselhamo-lo a corrigir o conteúdo ou a linguagem.
Bons comentários.