23 de junho de 2009

Eu é que sou o presidente da junta!

Soube do episódio ainda no domingo. Agora que está transformado em notícia, é digno de ser lido. E cada um que tire daqui as suas "inalações", como dizia um político meu conhecido, daqueles que já não se fazem. E quando percebi que também lá estava António Calvete, não pude deixar de sorrir para dentro. Lembro-o há anos, no palco da colectividade da minha aldeia - que até integra a mesma freguesia do Louriçal que a de Cavadas - em plena campanha eleitoral, com uma frase/slogan memorável: "Se tens juízo não votes no Narciso". Estou em crer que por essa altura andava o Manuel Jordão Gonçalves a fazer campanha pelo dito. As voltas que a vida dá.

Autarca do Louriçal 'silenciado' em almoço da associação das Cavadas

A direcção da colectividade das Cavadas não chamou o presidente da Junta de Freguesia do Louriçal a intervir durante um almoço de confraternização. O autarca é socialista e o dirigente é agora do PSD.
O presidente da Junta de Freguesia do Louriçal foi ignorado pela Direcção do Grupo Desportivo, Cultural e Recreativo das Cavadas, durante o almoço de confraternização referente à inauguração das obras de melhoramento das instalações daquela colectividade.
Manuel Jordão Gonçalves, eleito pelo Partido Socialista, não foi convidado a intervir perante a mais de centena e meia de pessoas que encheram por completo o salão da colectividade. Ao contrário do que aconteceu com o presidente da Câmara Municipal de Pombal, o social-democrata Narciso Mota.
Em declarações à Rádio Cardal, o presidente da Direcção da colectividade das Cavadas, refere que no seu entender “não se justificava chamá-lo ao palco para usar da palavra” acrescentando que “”tudo o que tinha sido feito, tinha sido dito, portanto não se justificava, apenas essa a razão”.
Adelino Oliveira, anterior autarca socialista e que agora é dado como certo nas listas candidatas pelo Parido Social Democrata, adianta ainda que no seu pensamento “não houve qualquer deselegância” para com o presidente da Junta de Freguesia. Tendo adiantado, ainda, que “um dos motivos” para que tal tivesse ocorrido deve-se ao facto de “durante estes quatro anos de mandato, o presidente da Junta foi convidado muitas vezes a vir à associação das Cavadas e ele apenas ignorou, dizendo que mandava alguém, e não mandou ninguém”.
Uma justificação que Manuel Jordão Gonçalves considera ser “perfeitamente absurda”. “Quando eu próprio não podia estar, sempre me fiz representar nos locais para os quais fui convidado”, diz o autarca acrescentando que “só se justifica isso pela sua [Adelino Oliveira] envolvência na candidatura do PSD”.
Para o autarca “era legítima e até natural que o presidente da Junta fosse chamado a dirigir umas palavras às pessoas que o elegeram, até como principal responsável pela freguesia”.
Manuel Jordão Gonçalves considera, ainda, que aquela iniciativa promovida pela colectividade teve “fins políticos” e que “foi feito para enganar a população das Cavadas”. O autarca estranha a presença do dado como certo candidato à Junta pelo PSD, José Neves, bem como dos seus apoiantes Rui Calvete e António Calvete.
Para Manuel Jordão, se José Neves estaria como membro da Assembleia de Freguesia, “deviam ter sido também convidados os restantes membros, principalmente a presidente da Assembleia”. E se os empresários Rui Calvete e António Calvete foram convidados como beneméritos da colectividade, “também outros beneméritos o deveriam ter sido e não foram”.

69 comentários:

  1. Pois é não ha fumo sem fogo, mas alguem se vai queimar, pois não se esqueçam que o voto é secreto. E muitas vezes as pessoas batem nas costas e depois espetam a faca. Existem algumas pessoas que foram lanchar a uma determinada quinta, só para encher a mula e depois alguns telemoveis receberam boas novas.

    ResponderEliminar
  2. Ó Roque, já reparamos que não foi convidado.
    Quem semeia ventos, colhe tempestades!
    Não se zangue, ok?
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Deixe de ser PARVO. Desde que sei quem é o Candidato que me demarquei de toda a campanha do PSD, e como o dono da Quinta também sabe disso, porque é uma pessoas inteligente, teve o bom senso de não me convidar. De qualquer maneira perferi ir á tertulia do Farpas. Ja agora apareça na proxima para eu lhe farpar esse cerebro.

    ResponderEliminar
  4. Para o actual Presidente e alguns membros da Comissão Política do PSD de Pombal vale tudo para tentarem ganhar eleições: já não há valores, ideologia ou programas.
    Apenas interessa ganhar eleições hoje. Destroem a militância e hipotecam o partido e pessoas a caciques que no futuro levarão os seguidores para onde o seu “interesse” melhor se realize.
    Os inimigos, ontem diabolizados pelo actual Presidente da Comissão Politica, são agora pessoas dignas e peças importantes da estratégia. Os insultos de ontem são agora apoios e compromissos. A incoerência e falta de vergonha não tem limites…
    Agora já se compreende a guerra que o actual Presidente da Comissão Política fez ao anterior, depois deste ter sido eleito com base num programa onde constava o compromisso de promoção da moralização da política e da dignificação dos políticos…

    Mabeco

    ResponderEliminar
  5. Para além da óbvia e tão tradicional tentativa de "calar incómodos", sejam incómodos de ocasião ou não, salta à vista, acerca da presença do presidente da câmara nas tais inaugurações. Mais uma vez, recorre-se (uma das partes, pelo menos) à pura mentira para retirar razão à outra parte. Há gente que já não se importa de chapinhar nestes lodaçais de baixo nível e acaba em questões em que nunca se sabe quem fala verdade.

    ResponderEliminar
  6. Caro Roque, permita-me de agora avante o trate por "tu". Ainda recordo aqueles torneios de ping-pong que travámos na passerelle da ESP e os testes que partilhávamos, penso que essa nostalgia de tempos idos, justifica a familiaridade de trato.
    Mas voltando ao comentário que pretendo postar, folgo em denotar a tua maturidade política em estar do lado de uma população, abstraindo-te da ideologia política que defendes. O grande valor para a nossa terra, é o bem que pretendemos fazer, e não as regras que uma bandeira nos ordena, porque bandeira há só uma: a da nossa Pátria e mais nenhuma!
    Ao longo dos inúmeros posts que aqui afixaste, demonstraste, como disse, um sentido de sacrifício pela evolução da tua terra - Louriçal. O mesmo não aconteceu com alguns "zés" que a bandeira os cegou, ou melhor, não foi a bandeira. Foi a cenourita dependurada na cana, qual burro dos contos dos irmãos Grimm. A luta pela "santa terrinha" ficou para trás, agitando falsos troféus para calar o povo, para calar as gentes para enganar o eleitorado. E como o povo sábiamente afirma: "com papas e bolos se enganam os tolos"...
    Como, e muito bem, diz o "josé", destroi-se a militância, impugna-se ideologias e hipotecam-se partidos devido à má formação de alguns "sabujos" que os integram. Volto a repetir uma máxima que aqui já apresentei: "mas dos JUDAS, também reza a história". Esses é que são os verdadeiros senhores da guerra.
    Abstrai-te doravante dos comentários de alguns bloguistas, que como alguns afirmam, "até estão num nível mais sobreelevado" que não descem ao nível do cidadão mundano.

    Para já, fico por aqui.

    Poeta da Treta

    ResponderEliminar
  7. Faltam contar muitos pormenores relativos à festa nas Cavadas. E não esperem que seja o presidente da Junta do Louriçal a contá-la, porque em 4 anos, foi a primeira vez que lá foi (mesmo sendo insistentemente convidado a fazê-lo). Eu acho é que deviam ser eleições todos os anos. Nas Cavadas, lucrava-se com isso!

    ResponderEliminar
  8. Caro Amigo Poeta
    Apareça na proxima tertulia, para pormos a conversa em dia.

    ResponderEliminar
  9. Nuno Gabriel eu sei que é lindo defender o pai, mas desta vez não tens razão, porque eu proprio estive com o Presidente da Junta varias vezes aí nas Cavadas na Associação, olha uma das vezes foi quando foi aí comemorado o 25 de Abril, eu adorei esse evento. Eu sei que tem que se agradar o patrão, mas por favor com mentiras não. Tenho-te como um tipo integro mas desta vez meteste o pé na poça. Temos pena mas, amigo tive que ser eu a responder porque se ha algo que abomine é a falta de honestidade ética e politica. Olha que ando nisto á mais anos que tu e nunca vendi a minha ética para defender quem quer que seja, nem que fosse o meu próprio pái. Fica bem

    ResponderEliminar
  10. Realmente é verdade, as Cavadas só nos últimos 15 dias já recebeu mais obras do que nos últimos 14 anos (o parque infantil das cavadas inaugurado em 1995). A estrada que liga a Vila às Cavadas é que não há meio de ser arranjada. Parece que ofícios, abaixo-assinados e até mesmo visitas à localidade não chegam. Há prioridades… ou chamem o que lhe quiserem! Já agora alguém sabe onde esteve o presidente da Junta de Freguesia do Louriçal no dia 6 de Abril de 2008 e no dia 13 de Janeiro de 2007? E uma Festa da Laranja no Bar Rotações no Louriçal no dia 11 de Julho? Vale tudo para enganar a juventude… a quem no dia das últimas eleições autárquicas (Outubro 2005) chamaram de “Drogados!!!” em frente à sede da Junta de Freguesia do Louriçal, quando souberam que tinham perdido as eleições.

    ResponderEliminar
  11. Gabriel, acredito que faltará contar pormenores, sim. Imagino até que a população das Cavadas (como a da minha Moita do Boi), habituada que esteve ao estilo de José Neves na Junta, tenha razões de queixa sobre a ausência do Manuel Jordão nas actividades da colectividade. Mas parece-me que isso não desculpa a falta de respeito institucional. Já agora, se te lembrares, diz-me lá: enquanto foi presidente da Junta o Calvete foi lá muitas vezes?...

    ResponderEliminar
  12. Do que o povo do Louriçal não deve ter muitas saudades é do tipo Quero,posso e mando ao mais puro estilo Salazarendo do ZÉ

    ResponderEliminar
  13. Eu não vou defender qualquer presidente de Junta, Paula. Mais: podia qualquer mau presidente ser menos mau que todos os outros, que não me chegaria para me agradar.
    Amigo Roque, olha que eu, se falto à verdade,só se for por desconhecimento! ;) - Mas sinceramente, não acredito que lá tenhas ido VÁRIAS VEZES com o Manel Gonçalves. Eu sei que ele foi lá essa vez, e Abril, mas num evento do jornal Expressão, não num evento da Asociação. E fora essa vez... só se a memória me atraiçoa. Mas nunca mais me lembro de o lá ver.E já agora, sabes quanto é que a Junta de Freguesia do Louriçal deu, nestes 4 anos à associação das Cavadas? Até te rias se soubesses!
    Eu não estou a querer defender o pai, que sempre tivemos posições politicas diferentes (como sabes). Nem quero puxar isto para a politica, que é outra guerra em que não me quero meter. Mas tenho 8 anos como dirigente, e mais de 20 como sócio pagante, actor e praticante de várias modalidades por aquela casa. Muitas horas, dias,muito suor. Esforços que tu também conheces muito bem. E nos últimos 4 anos, a Junta ajudou menos do que eu gostava. Por muita estima que tenha (e tenho) pelo Manel Jordão.
    Quanto à deselegância alegada, não me pronuncio. A minha posição seria demasiado polémica. Conto-te depois à mesa do café do sr. Henrique! ;)

    ResponderEliminar
  14. Louricalba, eu nao dria 15 dias, mas sim 8 meses. E talvez seja verdade isso que afirmas, sim. Também precisamos de uma estrada, e nos últimos 14 anos tem-se feito muito pouco nas Cavadas. Triste sina a dos periféricos! ;)

    ResponderEliminar
  15. 13 de Janeiro de 2007 - Edição dos Serões Culturais (apoiado monetariamente e não só pela junta de freguesia do Louriçal - cada colectividade que participou neste evento receneu um subsidio que não sei o valor) nas Cavadas. Podem adicionar também este evento à lista de presenças do presidente da junta de freguesia do Louriçal nas Cavadas.

    ResponderEliminar
  16. Infelizmente muito pouco foi feito, mesmo que consideremos todas as aldeias, todas as freguesias, todo o concelho. OLhar para as reivindicações de há quatro anos atrás e de agora, não mudaram, quanto muito foram acrescentadas.
    Alguns presidentes não perdem as festas e eventos culturais, e não é por isso que fazem mais alguma coisa, antes pelo contrário, apenas aguçam o dente e dão ar de participativos.Outros nem fazem uma coisa nem outra, parece que não existe senão quando chega a época de eleições.
    Claro que não podemos generalizar, há sempre excepções à regra.

    ResponderEliminar
  17. 11 colectividades, 3 ranchos, uma filarmónica, um grupo de cavaquinhos, um agrupamento de escuteiros, um corpor de bombeiros, um clube de caçadores, e cerca de 10 comissões de festas. Isto tudo na freguesia do Louriçal. Se cada colectividade fizer 5 actividades por ano (para algumas colectividades é muito...) e pedir apoio monetário à junta de freguesia.... Não se faz mais nada na junta do que apoiar colectividades...
    Obras no centro de saúde do Louriçal e Restauro da Igreja do Recolhimento do Louriçal. Isto é competência de uma junta de Freguesia? Depois não é de admirar que uma junta de freguesia não tenha dinheiro para apoiar devidamente colectividades, e a câmara municipal tenha que sobra...
    Para a Câmara Municipal de Pombal dar um apoio de cerca de 30.000 € para uma casa mortuária e mais ums milhares de euros numas obras numa colectividades, alguma coisa fica para trás. Neste caso fica o saneamento, as estradas alcatroadas....

    Por falar em estradas alcatroadas ou por alcatroar, olhem o que eu encontrei... Parte de Entrevista de Rui Calvete ao Correio de Pombal em 12 de Agosto de 1992, quando era Presidente da Junta intitulada “Louriçal progride graças à iniciativa privada - Benesses da CEE não chegam até cá”

    “Mas, o mais curioso é que todo o desenvolvimento que o Louriçal atravessou e está a atravessar, deve-se à iniciativa privada. Reflexo disso, é o caso das estradas, que se encontram num estado lastimoso, porque são de iniciativa pública.”

    Estamos em 2009 e …

    ResponderEliminar
  18. Amigo Nuno Gabriel nunca ninguem sabe tudo de tudo. Por isso amanhã ao final da tarde, la pelas 18:30 estou no Velho Henrique, onde se podem encontrar PSD, PS e CDU á volta de uns caracois sem ninguem se magoar, para conversar-mos e trocarmos ideias sobre esse assunto e muitos outros. Fica bem amigo. O POVO UNIDO JAMAIS SERA VENCIDO- Zé para Lisboa

    ResponderEliminar
  19. Isto está a ficar lindo!
    Dá-me um certo "gozo" alguns comentários aqui postados!
    A azia vai passar no dia a seguir ás eleições, ou talvez não........

    ResponderEliminar
  20. ... e o Rui Calvete continua com razão!
    É um homem sério e clarividente.

    ResponderEliminar
  21. Lamento desiludi-lo senhor Roque. Mas amanhã parece-me que vai ter que comer caracóis e trocar ideias noutro lugar... parece-me que à Quinta-Feira o café do velho Henrique no Louriçal encerra para descanso do pessoal...

    ResponderEliminar
  22. Pois é... uma mini no Miguel, então. Louricalba, avisas o Manuel Jordão? É feio estarmos a falar dele "pelas costas", e isto teria ainda mais interesse com ele a participar na conversa!

    ResponderEliminar
  23. Oh Louricalba, se ha alguem nesta freguesia que mereçe ser Presidente da Junta és tu, a tua memória é de elefante. Sabes que o Zé tem ido á quinta a sessões sobre reciclagem politica, a ver se fica mais bem educado. Ainda bem que um dos pontos fortes do Louriçal é mesmo o Ensino, porque senão o homem ainda morria sem ter conduta e postura de SER HUMANO

    ResponderEliminar
  24. No outro dia um Sr. que era do PS e agora é do PSD confidenciou-me que o tipo andava a ser instruido a responder com hurbanidade ás pessoas e tambem a sorrir e cumprimentar velhinhas. Pode ser que encontre alguma das que mandou tomar banho ao rio e suje as mãos LoooooooooL

    ResponderEliminar
  25. Merecia ser presidnte de junta, não era, Roque? Pois é... também já me constou... eheheheh.
    Ai, ai, não me digam que isto "afinal anda tudo ligado"? Por acaso... acho que seria um candidato muito forte, e que tem perfil. Acho mesmo. Apesar de achar que este comum amigo poderia ser "mais" que presidente da junta... enfim... amanhã falamos melhor. Louricalba, aparece também por lá!

    ResponderEliminar
  26. Amanha parece-me que o presidente deve estar ocupado...

    Parece que amanha vai ser inaugurada no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, na Alameda da Universidade, em Lisboa, uma exposição documental alusiva ao Convento do Louriçal, intitulada de "E...300 anos não passam ao Lado... No aniversário do Convento do Louriçal.

    (http://www.lourical.pt/cgibin/eloja21.exe?myid=lourical_p&lang=pt&titles=23&ch=&id=293&cli=sn&sbmn=geral)

    Segundo me parece, o presidente a Junta de Freguesia vai representar a freguesia, já que foi convidado, e penso que o vão deixar falar...

    ResponderEliminar
  27. Ora vês? Compensa assim o que não falou no fim-de-semana! Isto não há fome que não dê em fartura! :)

    ResponderEliminar
  28. Falando sério Nuno. Não achas que o Louriçal mereçe novamente um Presidente Jovem e com a mente aberta? Ou queres novamente o colega de carteira do Narciso? É que se esses 2 tomam o poder vão ser 4 anos de cheiro a naftalina que ninguem vai conseguir andar sem mascara anti cheiro nas ruas do Louriçal.

    ResponderEliminar
  29. Eheheh... não me ouvirás a falar publicamente dos candidatos, pelas razões que bem conheces! ;-) Mas tenho muito gosto em discutir o assunto particularmente. Agora, posso dizer-te que o Louricalba é um individuo muio válido, e... eu sei onde o via muito bem. Amahã discutimos isso, porque para falar mas, teria que falar mais pormenores sobre o louricalba, e não sei se ele não prefere algum anonimato. S´por isso não discuto esse assunto aqui!

    ResponderEliminar
  30. eu presidente de junta? Essa é boa! Anonimato? Sou o Louricalba! Toda a gente me conhece na freguesia do Louriçal, e principalmente na Câmara Municipal de Pombal.

    ResponderEliminar
  31. Mas então ouvi dizer que entre as pessoas convidadas (houve convites?) para a festa de inauguração da obras na associação das Cavadas, estiveram presentes quase todas (para não dizer todas) as personalidades que irão fazer parte da lista do PSD à Junta de Freguesia do Louriçal (diz-se que estavam de ressaca da festança da noite anterior no Casal Mouro)? Ou seja, aquilo foi um autêntico comício!! Estavam é lá duas pessoas a mais (Manuel Jordão Gonçalves e António Rosa de Carvalho). É isso Paula Sofia?

    ResponderEliminar
  32. Meus caros participantes; digam-me como pensam que os candidatos a Presidente da Junta, se forem eleitos, irão exercer o poder autárquico em relação ao dono da nau catrineta. Respondam-me: também estão como medo de falar do papel dele?

    ResponderEliminar
  33. Preenchimento do IRS. Atestados do agregado familiar, de bolsas, de residência e problemas com as estradas, um candeeiro novoali, cortar silvas, falta de contentores do lixo acolá, os passeios e buracos na estrada. Passam uns 300 desempregados por mês a picar o ponto. Se alguém tem fome, precisa de de brinquedos ou roupa...

    Tudo cai na junta e não na câmara (há excepções. pois está claro).

    Se o poder de uma junta de freguesia fosse idêntico ao poder dos Ayuntamentos em Espanha, isso seria outro assunto. Agora estar dependente da boa disposição de um presidente da câmara para fazer alguma coisa numa freguesia...

    ResponderEliminar
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  35. Meu amigo José, o dono da Nau Catrineta, gosta de Presidentes de Junta submissos, tipo lambe botas ou mais polidamente YES MAN. Ja cheguei á conclusão que quem tem o dom de pensar é logo afastado.

    ResponderEliminar
  36. Por falar em dono da Nau Catrinete, recomendo ao sr. Narciso Mota que lei-a o jornal expresso do passado sábado em que o Ministro das Obras Públicas, Mário Lino, faz uma declaração que eu gostava que fosse dita por mais politicos: "Já não tenho idade para estar no governo"

    ResponderEliminar
  37. Já estou pior do que o Eng. Rodrigues Marques, ou o computador está cheio de fome e escolheu o meu texto como alvo.

    ResponderEliminar
  38. Agora sim.
    Creio que a idade não é factor suficiente para um afastamento de um cargo desta natureza ou de qualquer outro. Agora se falarmos em incapacidade de resposta às necessidades da população e o facto de ainda serem seguidas ideias antiquadas, sem qualquer fundamento, já concordo.

    ResponderEliminar
  39. Amigo Roque: desculpa o meu pensamento lento, mas hoje tenho a mente um pouco enevoada, mas é como o tempo. Nos teus posts, quando falas em "Zé2, estás-te a referir a quem? É ao "nosso Zé" aqui do blog, não é?

    ResponderEliminar
  40. Este amigo às vezes lança aqui umas bujardas com 3 ou 4 linhas que ninguém o entende?!?!?!. Falar de azia porquê?

    ResponderEliminar
  41. Enquanto autarca, o Zé (aqui do blog, entenda-se) sempre foi um homem com muitos projectos. Ante-eleições! No pós-eleições os projectos foram colocados em pastas, numa gaveta para re-utilização nos próximos actos eleitorais. EUREKA, ACHEI! Então é isso a reciclagem político-"campanhista":):).

    ResponderEliminar
  42. O Zé a quem eu me refiro é ao companheiro de carteira do Narsas, o Candidato pelo PSD á junta freguesia do LOURIÇAL

    ResponderEliminar
  43. Para alegrar a malta:
    Diferença entre potencialmente e realmente


    O pai estava a ver televisão quando o filho pergunta:

    - Pai, qual a diferença entre POTENCIALMENTE e REALMENTE?

    - Filho, faz o seguinte:

    - Primeiro, pergunta à tua mãe se por 1 milhão de euros ela faria amor com o Kevin Costner;

    - Depois, pergunta à tua irmã se por 1 milhão de euros ela faria amor com o Brad Pitt;

    - E, finalmente, pergunta ao teu irmão se por 1 milhão de euros ele faria amor com o Tom Cruise.

    Quando trouxeres as respostas, eu explico a diferença.

    Depois, o filho voltou com as respostas:

    - A mãe disse que nunca pensou em te trair, mas por 1 milhão de
    euros e com o Kevin Costner, ela não pensaria duas vezes;


    - A mana respondeu que seriam dois sonhos realizados de uma só vez.
    Dar uma com o Brad Pitt e ficar milionária;


    - O mano disse que por 1 milhão de euros até fazia amor com o Sócrates...

    Então o pai respondeu:

    - Pois é isso, meu filho.


    POTENCIALMENTE, a nossa família tem condições
    para ganhar 3 milhões de euros.

    Mas REALMENTE, vivemos com duas putas e um paneleiro...!!!

    ResponderEliminar
  44. No passado, o meu amigo Zé mostrou coragem até para perder eleições, o que só o engrandece. Agora, aceitou estar envolvido na estratégia do dono da Nau Catrineta e do apêndice Micha.
    Sabendo-se que o dono da Nau Catrineta age como se todos os indivíduos fossem vendáveis e o Micha como lombriga, o Zé deve explicar…

    Mabeco

    ResponderEliminar
  45. Ó Poeta da Treta, ganhe juízo e não escreva asneiras.
    O senhor não sabe o que diz e muito menos o que pensa!
    Se quizer discutir o assunto comigo, tenho todo o gosto em faze-lo, desde que diga quem é, para que o possa contactar, ou contactar-me se assim o entender. Eu aqui, apenas comento assuntos gerais(politicos ou outros), e não pessoais.
    No entanto, só para lhe avivar a memória, aqui vai:
    1º mandato 5-4 (mandatos na assembleia)
    2º mantato 6-3
    3º mandato 7-2
    Acha que o povo da freguesia é estupido?

    ResponderEliminar
  46. Caro José, gostaria de saber quem é esse ZÉ, que anda sempre a mandar-me farpas? É o antigo presidente da junta de Almagreira? É que desta forma sem saber quem é e ele a saber tudo sobre a minha pessoa, estou a ir para o mato sem cachorro. Se tiver problemas de divulgar no blog mande para o meu mail: roque.antonio@sapo.pt

    ResponderEliminar
  47. Caro Zé (ou melhor ZEI!):
    Dá-me a impressão que o Petróleo Olex lhe queimou alguns neurónios (isto para baixar ao seu nível).
    Ninguém aqui, se referiu ao povo da sua freguesia como estúpido ... são comentários e expressões que a si se devem.
    Discutir consigo: só através de banda desenhada!
    Não sei o que digo?! Engano seu! Essa re-envio-a para si! Demagogo? Acho que é a sua definição.
    Mas uma coisa é certa: NUNCA (em maíusculas), mas NUNCA, lambi o que quer que fosse, a quem quer que fosse, para ter algo na vida ... Por isso, diáriamente me doem os pulsos.
    Os resultados que aí apresenta, para quem não conhece a história de Almagreira, é um mérito de louvar. Quem conhece a história com algum pormenor, conclui: SABUJICE, FALSIDADE, MENTIRA.
    Especialidade de "algumas" pessoas ... os tais "JUDAS de que também reza a história".
    Misturar assuntos políticos e pessoais: só é possível quando as pessoas entram para a política por interesse pessoal, e não pela luta por uma causa. Por isso, é extremamente difícil discutir política consigo, sem entrar nos comentários pessoais. Quer saber como é possível? Fazendo como o nosso companheiro roque, que já aqui declarou "não ter nada a perder, nada a ganhar" e demonstra uma vontade de lutar pela sua terra, independentemente do partido que defende.
    Discutir assuntos gerais consigo?! Quais? Literatura? Não creio! Cidadania? Não creio! Lingua Portuguesa? Não creio! Matemática? Não creio! A importância do arame farpado na higiene íntima das galinhas? Talvez, mas tenho dúvidas!

    Fica para a próxima.

    Os restante bloguistas me perdoem por neste momento estar com o meu nível tão baixo, mas também tenho direito aos meus momentos insanos.

    Com esta me vou

    Poeta da Treta

    ResponderEliminar
  48. Caro poeta da treta,

    Não acha que não lamber nada, é muito espartano e austeridade a mais para um poeta.

    Caramba, amigo,estamos no verão! Mesmo que metafóricamente, deleite-se a passar a lingua e as papilas, ao menos, por um "MAGNUM" ou por um "CORNETO DE MORANGO", ambos da OLá, que são produtos de qualidade e fabrico nacional!... É um acto que além de alimentar o corpo, refresca a alma!...

    Pensava que só o (a) Casabranca tinham posições e atitudes puritanas. Afinal é atitude mais generalizada! Será?

    Um abraço

    J.F.

    P.S. Roque, como pote de informações que é, acha que este poeta é mesmo assim, não passa a boca, nem pelo gargalo de uma "mini" de abertura fácil. Estão óptimas!...

    ResponderEliminar
  49. Se o senhor não provar onde está a SABUJISE, FAlCIDADE, MENTIRA,na minha gestão autarquica, da freguesia que dignamente representei e me dediquei de alma e coração, durante pelo menos 12 anos, o senhor só pode ser: UM SABUJO, COM UMA MENTE SUJA E PORCA!
    Prova que não és um cobardolas, e diz quem és. Caso contrário, não passas dum OTÁRIO!!!!!
    AS minhas desculpas aos restantes comentadores e adm. do blog, por algumas expressões utilizadas!

    ResponderEliminar
  50. Oh senhor Zé, lamber não é nada sabujice, é um acto de amor desde a profundidade dos tempos, é normalmente o primeiro acto de ternura das mães pelas crias.

    Acalme-se, se o poeta não alinha, atire-se o senhor ao corneto. Calma com a linguagem, senão, alguém terá espaço e pretexto para lhe sugerir a necessidade higiénica de lamber sabão.

    Um abraço

    J.F.

    P. S. : Senhor Zé não tome as minhas palavras por ofensa e desrespeito. É uma sugestão para não se ver o comboio a descarrilar.

    ResponderEliminar
  51. Caro Jorge,
    Compreende certamente que, quem não se sente não é filho de boa gente. Lá diz o provérbio popular.
    Eu, nem devo conhecer aquela "criatura",
    Porventura, será um derrotado, ressabiado, sei lá, da politica, que ainda não digeriu os seus desaires!
    Eu estou disponível para o ajudar a libertar os seus fantasmas, se ele assim o quizer!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  52. Caro Zé
    Vou-lhe responder com a mesma moeda que utilizou comigo. Quem semeia ventos, colhe tempestades. Mas sabe, eu ja tenho o coiro tão calejado que as suas farpas ja batem na couraça da minha indiferença. Por acaso gostava de saber quem o Sr. é porque se foi autarca do PSD durante 12 anos, tenho a certeza que o conheço bem, nem que seja de alguma campanha que fizemos juntos ou de qualquer reunião no Partido. Ande la homem saia do armario. Eu dou o meu nome e o corpo ás balas e ainda não estou furado. Posso até um dia tombar em batalha, mas caiu de pé como as arvores. Não tena medo, aqui ninguem tem dentes para comer ninguem.

    ResponderEliminar
  53. Por acaso lembra-se Sr. Zé de na sua primeira vitoria em Almagreira, eu andar com o Carlos Pedro e o Avelino Cordeiro, na sua freguesia a ajuda-lo. Pois é come-se muito queijo, ou anda a mandar farpas só para agradar ao padrinho. Tenha juizo homem, que ja tem idade é para estar no sofá com a mantinha por cima a gozar a tranquilidade da reforma, e olhe que é coisa que o pessoal da minha geração ás tantas ja não vai pode usufruir.

    ResponderEliminar
  54. Caro Roque,
    Dar o corpo ás balas, foi o que eu fiz ao longo de vários anos. Em mim, já fazem ricochete!....
    O que eu não gosto é de alguns chicos espertos, que nada fizeram em pról da comunidade, nunca falharam, porque nada fizeram de relevo, mas julgam-se no direito de difamar os outros, apenas porque não são da sua esfera politica.
    Para estes não existem balas no mercado!!!
    Um abraço.

    PS. Leia o seu e-mail.

    ResponderEliminar
  55. Ó Roque, isso nem parece seu.
    Então agora a experiencia, o saber, etc. são para estar no sofá?
    Isso é que éra bom!
    Enquanto me sentir útil, lutarei pelos meus ideais, mesmo contra a vontade dos patetas da treta.
    Um abraço e vá à luta!

    ResponderEliminar
  56. E um cheque que foi um autêntico xeque-mate?

    ResponderEliminar
  57. Então Sr. Zé, vai voltar para a cadeira de almagreira ou ha uma cadeira mais alta á sua espera? Agora sem ironias eu do que segui do seu trabalho em almagreira até me pareceu com um saldo positivo,mas tem que se preocupar mais com o povo que o elege e menos com a camisola. Porque por vezes o que aconteçe dentro de um Partido, e o sr. sabe disso tão bem quanto eu, mudam-se as pessoas, mudam-se as vontades e passa-se de bestial a besta num curto espaço de tempo

    ResponderEliminar
  58. Parecem-me muito pertinentes as observações do jorge a propósito do nobre acto (que se lixe o acordo ortográfico) de lamber! Acto de amor, pois concerteza. Capaz de fazer corar alguns mais castos, e de fazer corar ainda mais (por origens outras) os menos castos. De resto, a "lambidela" está profundamente enraisada no mais vetusto imaginário cultural cá da zona. Ou não fosse a bisca LAMBIDA já uma instituição.
    Não sei se minimamente correlacionado com o LAMBER não estará também o ALAMBUZAR ("alambuza-ti incant'a coisa dá"). Caro jorge, a sua preciosa ajuda é agora requerida. Não me deixe com àgua na boca...

    ResponderEliminar
  59. Que me desculpem os participantes. Na minha inocência pensava que o “Zé das Farpas” era o do Louriçal. Afinal é o de Almagreira.
    O Zé de Almagreira já vem há vários anos a trotar enganado atrás da “cenoura de edil” que “homem do espelho de água” lhe colocou à frente do nariz mas que não lhe deixa tocar. Coitado… Por vezes “morde” mesmo os seus amigos para agradar ao “dono do espelho de água”.
    Zé, mais vale ficar fora da “droga viciante” do poder do que perder a dignidade ao rastejar perante o “invejoso” e morder os amigos.
    Roque, eu sou o Mabeco, o cão de caça africano… Quando me refiro ao “dono da nau catrineta”, como na aventura (literária” clássica, é ao “dono do navio escola” fundeado na tua terra….

    Mabeco

    ResponderEliminar
  60. Pois! Se olharmos à nossa volta e examinarmos o que vem acontecendo, temos que reconhecer que muitas das metamorfoses havidas têm a envolvê-las a "inteligência" de um oportunismo utilitário e a "argúcia" de uma visão económica de rentabilidade, sendo de todo claro que os que realmente mudaram não foram mesmo nada "asnáticos". Muito pelo contrário, repute-se sobretudo na política...!

    JP

    ResponderEliminar
  61. ATENÇÃO!

    O TEXTO QUE SE SEGUE NÃO DEVE SER LIDO POR MENORES DE 18 ANOS OU DE ALMAS SENSIVEIS E DE CORAÇÕES FRACOS

    Caro Gabriel Oliveira,

    Como viu não fui eu quem introduziu o tema da substantiva “lambugice”, limitei-me a tentar por água na fervura fazendo apelo ao verbo, no que me honrou acompanhar. Parece que resultou, os contendores acalmaram.

    Conforme sugerido, aqui estou em seu auxílio, admitindo correr o risco da crucificação – o que pode acontecer, também, aos puros e castos como eu.

    Nesta parte, tenho a expectativa de que se fará um julgamento justo e não prescindo da defesa do nosso amigo Dr. Adelino Leitão, o Língua de Ouro da advocacia Pombalense. Pode ser realizado junto do pelourinho para ele ter acesso fácil à biblioteca e não se cansar pelo caminho.

    Antecipando eu a taxa de justiça para proporcionar a farta distribuição de tremoços e tendo a firme expectativa de que o Gabriel e o Rodrigues Marques assegurão o patrocínio do Palácio do Gelo e do Por do Sol para fornecimento dos finos, ficam reunidas as condições para haver uma multidão na assistência.

    Espero, também, que o amigo Rodrigues Marques meta cunha ao N. Mota para fechar as comportas para fazer o espelho de água no Arunca, o que sempre ameniza o clima.

    Aqui vai a demonstração de que não é preciso qualquer acordo ortográfico. A nossa Língua é um instrumento tão maleável e flexivel que se adapta a qualquer grafia ou cartografia - tema também tratdo no blogue - e que, o nosso amigo Adelino Leitão bebeu de boas fontes. Ele, como o autor do poema que se segue, bebeu na fonte do Verbo Divino, cujo seminário ambos frequentaram.

    A LÍNGUA LAMBE

    A língua lambe as pétalas vermelhas
    da rosa pluriaberta; a língua lavra
    certo oculto botão, e vai tecendo
    lépidas variações de leves ritmos

    E lambe, lambilonga, lambilenta,
    a licorina gruta cabeluda,
    e quanto mais lambente, mais ativa,
    atinge o céu do céu, entre gemidos,

    entre gritos , balidos, e rugidos
    de leões na floresta, enfurecidos.

    In Carlos Drummond de Andrade, O amor natural, pág. 49, Ed. Record

    PS.: - Leiam este livro, simplesmente, obra de um Deus.

    - Oh Roque, você lançou a pedra (tema de cinéfilo), mas depois escondeu a mão (abandonou a liça)!??...

    Um abraço,

    J.F.

    ResponderEliminar
  62. Parece que o amigo ZÉ focou encrespado com o comentário! Pelos vistos, o seu nível não é assim tão superior ao meu ... Mas a minha intenção é exactamente essa: demonstrar aos presentes a essência das pessoas, que vêm para um blog vangloriar-se dos seus elevados feitos, quando no âmago do seu ser, são puramente oportunistas e que buscam a sua promoção.
    Dedicação de alma e coração durante 12 anos?! Como se representa na banda desenhada: "quáá" "quáá" "quáá" (isto era uma bruta de uma gargalhada do pato Donald).

    Louricalba: se eu estivesse agora ao pé de si, depositava-lhe um ósculo na sua fronte, pois o seu remate, nem o CR7, fazia um igual.

    Jorge: deixe-me dizer-lhe que não me nego a passar as minhas "beiças" por uma boa mini. Mas essa de abertura rápida, ainda não experimentei. Mas garanto-lhe que vou experimentar. Se não houver mini, olha!, fico-me com uma média. satisfaz, pelo menos, mais 10 ml. Quanto ao Magnum ou cornetto! É só vir uma pontada de sol que o chupo até ao pau!!! :)

    Já agora "criatura ZÉ", gosto de o ver assim! Continue!

    ResponderEliminar
  63. Gostaria que informassem essa do cheque. Já ha gente no mentidero Concelhio pago á CR7? Oh NOBRE POVO, tu que estas tão bem informado não me consegues esclarecer?

    ResponderEliminar
  64. Roque, pergunta aos ventos que fustigam os “marcos” filhos de Rodrigo e deixaram abandonado o filho de Gonçalo macho de Maria, que a resposta virá pela penumbra ou pelo crepúsculo.

    Mabeco

    ResponderEliminar
  65. Caro Zé: eis o que me desgostas nos semi-anónimos, embora já não me devesse espantar. Construímos uma determinada imagem sobre certa figura, temo-la em certa estima, e um dia percebemos que se calhar nos enganámos, quando à dsitância de um clique ela se mostra outra.

    ResponderEliminar
  66. Isto com rostos tem outro encanto. É, quanto a mim, uma das principais vantagens de "farpas ao vivo", com alguma frequência. A primeira correu muito bem (é unânime), e entre os presentes no Palácio do Gelo julgo que já se nota outra empatia. Isso faz elevar a discussão, e reforça oslaços que nos unem. Porque, diferenças à parte, há uma coisa que nos une: a vontade de contribuir para um concelho melhor. Porra, a frase parecia de campanha, perdoem-me por isso. Mas é verdadeira, não é?

    ResponderEliminar

Os autores do blog solicitam a quem participar que o faça de forma responsável, reservando-se o direito de eliminar comentários que nada tenham a ver com o assunto postado inicialmente e a responsabilizar os autores de comentários de natureza injuriosa ou difamatória . Os comentários aqui colocados não vinculam o blog ou os seus autores ao teor dos mesmos.