7 de setembro de 2011

Aventuras de Pimpão

Se há alguém que lida bem com as ferramentas da “década do bricolage” é o nosso novel deputado, Pedro Pimpão. Com impressionante regularidade, o jovem pombalense lá nos vai relatando as suas aventuras na capital, ao serviço da nação. Depois de “Pimpão Agricultor”, questionando a ministra Assunção Cristas, temos agora “Pimpão Bajulador”, defendendo com galhardia a fusão do Instituto Português da Juventude com o Instituto de Desporto de Portugal.

Verdade seja dita, eu também concordo com a eliminação de muitos institutos e direcções gerais, que mais não têm servido do que dar emprego aos pimpões que gravitam em torno dos líderes partidários. Agora, querer reduzir a juventude a atletas, para além de ser demasiado redutor, só me faz lembrar a Mocidade Portuguesa. Lá vamos cantando e rindo...

1 comentário:

  1. Alguns jovens são desportistas, pelo que se compreende a fusão. Mas (digo eu), alguns jovens sõ agricultores. Talvez se devesse ponderar a tutela do IPJ no Ministério da Agricultura. Por outro lado, é certo que alguns jovens são toxicodependentes, Junta-se ao "coiso" da toxicodependência? Ou que tal juntar o IPJ à ILGA, uma vez que alguns jovens são homossexuais?
    Outros jovens (pasme-se!) não fazem nada. A quem haveremos, por isso, de juntar o IPJ?

    ResponderEliminar

O comentário que vai submeter será moderado (rejeitado ou aceite na integra), tão breve quanto possível, por um dos administradores.
Se o comentário não abordar a temática do post ou o fizer de forma injuriosa ou difamatória não será publicado. Neste caso, aconselhamo-lo a corrigir o conteúdo ou a linguagem.
Bons comentários.