29 de setembro de 2013

Autárquicas 2013

Os resultados eleitorais mostram que são os partidos/movimentos que ganham ou perdem, mas são os candidatos que fazem a diferença. E mostram também que a distância entre a derrota e a vitória é, apesar de tudo, curta; mas a diferença entre candidatos vencedores e perdedores é grande!

8 comentários:

  1. "Vencedor não é aquele que sempre ganha, mas SIM aquele que mesmo perdendo não desiste de tentar vencer"

    ResponderEliminar
  2. Por outras palavras, mostram a competência de uns, e a incompetência de outros. Ou a triste sina de quem so se lembra de eleições 3 meses antes, quando tem muitos anos de terreno para recuperar.
    O PS em Pombal nunca pretendeu ganhar o que quer que fosse. Nao acredito que seja apenas uma infantil falta de visão essa a de preparar uma eleição seria nos 3 meses que a antecedem, julgando que todos os tiros nos pés e toda a impreparacao passariam despercebidos. Prefiro acreditar que foi mesmo so falta de vontade.
    Este resultado seria sempre vergonhoso. Neste contexto, e pese embora o Diogo ser sempre um excelente candidato, este resultado é ainda mais vergonhoso.
    Mas nao se passa nada, e tudo vai continuar na mesma, nao é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o povo è sobrano.... o povo ecolheu.... a maioria escolheu... que a politica nao lhes intressa..talvez porque os politicos nao sejam boms ... e na minoria .. o que foram votar... resolveram continuar a ajudar aqueles que nunca fizeram nada na vida e nao ser "comer do tacho"...pois se perdessem seria mais uns para o desmprego... e quem nada sabe fazer.... vai fazer o que??..Pombal manteve se fiel ao grande palhaço ... menos de meia duzia a imporse a duzia a meia.... porque a outra duzia nao quer saber..

      Eliminar
  3. Amigo Francisco Domingues só agora tive tempo para vir aqui ler. Não morreu ninguem , portanto parabéns aos Vencedores, honra aos vencidos. E daqui a 4 anos ha mais, para quem ca estiver, porque mais vão emigrar.

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde
    Caro Sr. Malho: a meu ver, provou ainda que a teimosia de alguns não conseguiu sobrepor a vontade o povo, ainda, quando as direcções partidárias seguem o instinto da amizade dá erro, aliás, um dos seus últimos post tinha toda a razão de ser.

    Os casos de Abiúl e Vila Cã são uma lição, um hino à teimosia e desconhecimento das realidades e hábitos dos habitantes destas localidades

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Mário,
      Tenho, muitas vezes, razão. Toda a razão é muito raro.
      Como deve saber, a teimosia é uma forma de cegueira. Mas ainda bem que a cegueira não está toda de um lado, senão valia mais fechar o tasco e emigrar.
      Boas,
      AM

      Eliminar

O comentário que vai submeter será moderado (rejeitado ou aceite na integra), tão breve quanto possível, por um dos administradores.
Se o comentário não abordar a temática do post ou o fizer de forma injuriosa ou difamatória não será publicado. Neste caso, aconselhamo-lo a corrigir o conteúdo ou a linguagem.
Bons comentários.